Ferramentas do usuário

Ferramentas do site


meioambiente:riscos_ambientais:start

Meio Ambiente: Riscos Ambientais

  • Anotações referente ao estudo sobre Meio Ambiente provenientes de módulo de estudo do Instituto Monitor - © todos os direitos reservados
  • Tipos de riscos oferecidos
    • ao trabalhador
    • e ao meio ambiente.
  • Objetivos deste conhecimento:
    • trabalhar de forma coerente;
    • assegurar a sustentabilidade de
      • projetos,
      • produtos
      • ou serviços;
    • promover
      • a proteção da saúde
        • do ser humano
        • e do meio ambiente.

Definição fundamental: Riscos

  • segundo a NR9, são todos riscos ambientais os agentes
    • físicos,
    • químicos
    • e biológicos
      • existentes nos ambientes de trabalho
      • que, em função de sua
        • natureza,
        • concentração
        • ou intensidade
        • e tempo de exposição,
          • são capazes de provocar danos
          • à saúde do empregado.
  • Alguns autores, consideram agentes causadores de danos à saúde do trabalhador
    • os agentes ergonômicos
    • e os agentes mecânicos,
      • mesmo não estando contemplados na NR9
      • como riscos ambientais, devem ser visto como tais
    • e por isso devem ser avaliados num ambiente de trabalho

Agentes Físicos

  • São as condições físicas no local de trabalho, tais como
    • ruído,
    • calor,
    • frio,
    • vibração
    • e radiações
      • que, de acordo com as características do ambiente de trabalho,
      • podem causar danos à saúde do empregado.
  • Os agentes físicos têm seus limites de tolerância estabelecidos pela NR15.

Ruído

  • é considerado um som capaz de causar
    • uma sensação descontável e
    • desagradável para o empregado
  • Níveis sonoros, quando acima da intensidade,
    • conforme legislação específica, podem causar
    • inúmeros danos à saúde do empregado.
  • O primeiro efeito fisiológico de exposição a níveis altos de ruído
    • é a perda de audição.
  • Uma maneira de se atenuar a exposição ao ruído
    • são as medidas de controle coletivo
      • controlar o ruído diretamente na fonte geradora,
      • e quando não é possível,
        • deve-se recorrer ao uso de protetores auriculares (EPI).

Calor

  • Sobrecarga térmica, ou calor, é
    • a quantidade de energia que o organismo
      • deve dissipar para atingir o equilíbrio térmico.
  • Os empregados expostos a trabalhos
    • de fundição,
    • siderurgia,
    • indústrias de vidro
      • estão propensos a problemas como
        • desidratação,
        • cãibras,
        • choques térmicos,
        • catarata
        • e outros,
      • esses problemas, geralmente, aparecem devido
        • à exposição excessiva a situações térmicas extremas
        • com desgaste físico
  • medidas de controle para atenuar a exposição ao calor:
    • aclimatação
      • adaptação lenta
      • e progressiva do indivíduo
        • a atividades que o exponham ao calor),
      • redução do tempo de exposição,
      • orientação e treinamento,
      • controles médicos
      • e medidas de conforto térmico
        • ventilação,
        • exaustão

Frio

  • O corpo humano, quando exposto a baixas temperaturas, perde calor.
    • Se as perdas de calor forem superiores ao calor produzido pelo metabolismo do empregado,
      • haverá a vasoconstrição
        • na tentativa de evitar a perda excessiva do calor corporal,
      • e o fluxo sanguíneo será reduzido
        • em razão direta da queda de temperatura sofrida.
  • Se a temperatura interior do corpo baixar de 36°C, ocorrerá redução das
    • atividades fisiológicas,
    • diminuição da taxa metabólica,
    • queda de pressão arterial
    • e a consequente queda dos batimentos cardíacos,
      • podendo-se chegar
        • a um estado de sonolência,
        • redução da atividade mental,
        • redução da capacidade de tomar decisões,
        • perda da consciência,
        • coma
        • e até a morte
  • medidas de controle para atenuar a exposição ao frio
    • utilização de vestimentas adequadas,
    • a aclimatação
    • e o controle médico.

Vibrações

  • Reduz o rendimento do trabalho,
    • afetando a eficiência do empregado
    • e gerando efeitos adversos à sua saúde.
  • medidas de controle para atenuar a exposição a vibrações
    • a redução das vibrações das máquinas por meio de dispositivos técnicos que limitam
      • tanto a intensidade das vibrações,
      • como a transmissão das vibrações,
        • como é o caso dos calços e sapatas de borracha.

Radiações Ionizantes

  • Provenientes de materiais radioativos como é o caso dos
    • raios alfa,
      • possui menor poder de penetração no organismo,
      • portanto, oferecem menor risco
    • beta
      • possui menor poder de penetração no organismo,
      • portanto, oferecem menor risco
    • X
    • e gama
      • possuem alto poder de penetração no organismo,
      • podendo produzir
        • anemia,
        • leucemia,
        • câncer
        • e alterações genéticas
  • Também podem ser produzidas artificialmente em equipamentos
  • as radiações ionizantes de maior interesse de uso industrial são
    • os raios x,
    • gama
    • e beta
  • E as de uso não industrial são os
    • raios alfa
    • e nêutrons
      • cada um com uma faixa de comprimento de onda.

Radiações não-ionizantes

  • São radiações eletromagnéticas
    • cuja energia não é suficiente para ionizar os átomos dos meios nos quais
      • incide
      • ou os quais atravessa.
  • São consideradas pela legislação como não ionizantes
    • infravermelho,
    • micro-ondas,
    • ultravioleta
    • e laser
  • Os efeitos desta radiações sobre o organismo humano dependem:
    • tempo de duração da exposição,
    • intensidade da exposição,
    • comprimento de onda da radiação
    • e região do espectro em que se situam.
  • Encontram-se
    • Raios infravermelhos
    • Micro-ondas
    • Ultravioleta
    • Laser

Pressões Anormais

  • Todos os locais de trabalho onde
    • o empregado tem de suportar a pressão do ambiente
    • diferente da atmosférica.
  • As pressões anormais podem causar
    • embolia,
    • aneurisma,
    • derrame.
  • São relacionadas a serviços
    • mergulho,
    • construção de túneis
    • ou de fundações submersas,
    • de pontes,
    • escavações de áreas de alicerces.

Umidade

  • locais de trabalho onde o empregado desenvolve sua atividade em ambiente
    • com acúmulo de água
      • ou encharcado,
    • com umidade excessiva,
      • capazes de produzir danos à saúde,
        • como problema de pele
          • e fuga de calor do organismo.

Agentes químicos

  • São substâncias compostas
  • ou produtos
    • que podem penetrar no organismo humano
      • pela via respiratória na forma de
        • gases e vapores,
        • poeiras,
        • fumos,
        • névoas,
        • neblinas,
      • ou que pela natureza da atividade de exposição
        • possam ter contato
          • ou ser absorvidos
        • pelo organismo humano através
          • da pele
          • ou por ingestão.
  • São classificadas na seções abaixo

Poeiras

  • são partículas sólidas
    • com diâmetros maiores que 0,5 μ (meio mícron),
  • dispersas no ar por ação mecânica,
    • ou seja, por ação do vento,
    • de lixadeiras,
    • serviços de raspagem e abrasão,
    • polimento,
    • acabamento escavação,
    • colheita, etc.;
      • podem causar
        • pneumoconioses
        • ou ainda alergias e irritações
      • nas vias respiratórias.

Fumos

  • são partículas sólidas
  • com diâmetro inferior a 1μm
    • dispersas no ar, originadas da condensação de gases
      • provenientes de alguma queima,
        • como no processo de soldagem.
    • podem causar
      • pneumoconioses
      • ou envenenamento
        • por metais pesados.

Névoas

  • são partículas líquidas
  • dispersas no ar por ruptura mecânica,
    • ou seja, por ação do
      • vento,
      • de jatos de esguicho,
      • de “spray’,
      • névoas de pinturas,
      • névoas de ácido sulfúrico, etc.

Neblinas

  • são partículas líquidas
    • com diâmetro menor que 0,5μ,
    • dispersas no ar originadas da condensação de gases
    • provenientes de algum processo térmico
      • como o cozimento de produtos alimentícios.
    • Exemplo
      • uma neblina de ácidos
        • pode se formar dentro de um galpão de galvanização,
        • irritando os olhos,
        • a pele
        • e as vias respiratórias das pessoas.

Gases

  • são elementos ou substâncias
    • que, na temperatura normal,
    • estão em estado gasoso.
  • Podem ser asfixiantes
    • gás de cozinha,
    • acetileno,
    • argônio,
    • gás carbônico
  • ou tóxicos
    • monóxido de carbono,
    • amônia,
    • cloro.

Penetração no Organismo

  • Pela via respiratória
    • nas operações de transformação de um produto
      • pelo processamento industrial,
    • dispersam-se na atmosfera substâncias, como
      • gases,
      • vapores,
      • névoa,
      • fumo
      • e poeiras.
  • Pela pele
    • A pele tem várias funções; a principal:
      • é a proteção
        • contra as agressões externas.
    • Mas é por meio do contato
      • que absorve a substância tóxica.
    • que absorvida entra na circulação sanguínea,
      • provocando alterações,
      • as quais poderão criar quadros de
        • anemia,
        • alterações nos glóbulos vermelhos
        • e problemas da medula óssea.
  • Pela via digestiva
    • normalmente a ingestão de substâncias tóxicas
      • pode ser considerada um caso acidental,
      • sendo, portanto, pouco comum.
    • Os poucos casos encontrados
      • são decorrentes de maus hábitos como
        • roer as unhas
        • ou limpá-las com os dentes,
        • fumar
        • ou alimentar-se nos locais de trabalho.

Agentes Biológicos

  • são micro-organismos presentes no ambiente de trabalho
    • que podem penetrar no organismo humano pelas
      • vias respiratórias
      • através da pele
      • ou por ingestão.
  • Em sua maioria, são invisíveis a olho nu.
  • São capazes de produzir
    • doenças,
    • deterioração de alimentos,
    • mau cheiro, etc.
  • Apresentam muita facilidade de reprodução.
    • Podem ser levados por outros funcionários
      • para o ambiente de trabalho.
  • Tem-se as seguintes manifestações, no caso mais comum,
    • Infecções de ferimentos e machucaduras que podem provocar
      • infecção por tétano,
      • hepatite,
      • tuberculose,
      • micoses da pele, etc.,
    • Diarreias
      • causadas pela falta de asseio
      • e higiene
        • em ambientes de alimentação.
  • Medidas de prevenção contribuem para redução dos riscos a exposição estes agentes
    • como a vacinação
    • e os métodos de controle
    • e uso de Equipamentos de Proteção Individuais – EPI.

Agentes Ergonômicos

  • São os relacionados a
    • fatores fisiológicos
    • e psicológicos
      • inerentes à execução das atividades profissionais.
  • Podem produzir
    • alterações no organismo
    • e no estado emocional dos empregados,
  • comprometendo sua saúde,
  • segurança
  • e a redução na produtividade.

Fatores Geradores de Acidentes

Acidentes podem ocorrer pelos fatores abaixo

Arranjo Físico Inadequado

  • mau aproveitamento do espaço no local de trabalho como:
    • Máquinas em posições inadequadas.
    • Materiais maldispostos.
    • Móveis sem boa localização.

Disposição do Ambiente e Limpeza Precárias

  • fatores de ordem física
    • conforme as condições em que se apresentam
  • exercem influências de
    • ordem psicológica de maneira
      • positiva
      • ou negativa
        • no comportamento humano .

Máquinas e Equipamentos sem Proteção

  • Falta de proteção em
    • correias,
    • polias,
    • correntes,
    • eixos rotativos, etc.
      • podem aparecer locais do maquinário
        • que prendem/agarram as pessoas
          • pelas mãos
          • ou pelas roupas,
        • puxando-as contra o mecanismo,
        • causando ferimentos diversos.

Ferramentas Inadequadas ou Defeituosas

  • Cada tipo de serviço deve haver
    • uma ferramenta apropriada
    • e em boas condições de uso.
  • O improviso cria
    • uma série de condições
    • que levam ao acidente

Iluminação Inadequada

  • A iluminação fraca
    • ou ofuscante
  • afeta a visão,
    • colocando as pessoas em posição
    • de não visualizarem adequadamente
    • o que estão fazendo.

Eletricidade

  • É o mais grave.
    • A pessoa só sabe da existência da eletricidade
      • quando já tocou no condutor, podendo causar
        • parada cardíaca,
        • parada respiratória
        • e queimaduras.

Probabilidade de Incêndio ou Explosão

  • Uma grande maioria dos materiais
    • à nossa volta
  • pode se tornar
    • inflamável
    • ou explosivo,
      • dependendo de seu estado.
  • Além dos combustíveis e explosivos
    • gasolina,
    • querosene,
    • madeira,
    • papel,
    • tecidos,
    • dinamite,
      • existem outros menos tradicionais como
        • limalha de aço,
        • farinha de trigo,
        • açúcar,
        • poeira vegetal
        • e outros.
  • Quando pulverizadas,
    • essas substâncias podem formar
    • uma mistura inflamável com o ar.

Armazenamento Inadequado

  • Empilhamento de materiais malfeita pode
    • desabar,
    • atingindo pessoas
      • ou até paredes,
    • fazendo ruir um edifício.
  • Para cada tipo de material
    • há um modo adequado de armazenamento,
    • que deve ser feito por pessoas
      • treinadas
      • e habilitadas,
        • seguindo as recomendações previstas
          • nas normas regulamentadoras
          • e outras normas estabelecidas pela empresa.

Legislação

  • Pagamento adicional de Insalubridade está previsto
    • na Consolidação das Leis do Trabalho
    • em seu capítulo V,
      • ao trabalhador que exerça seu ofício em condições de insalubridade.
  • Essas condições estão regulamentadas
    • na Portaria nº 3214/78 do MTb,
    • de 8 de junho de 1978,
    • através da NR15.
  • O Art. 192 da CLT estabelece
    • que o exercício de trabalho em condições insalubres,
      • acima dos limites de tolerância estabelecidos
        • pelo Ministério do Trabalho,
    • assegura o percentual do adicional
      • podendo variar de
        • 10,
        • 20
        • ou 40%
          • do salário mínimo.
  • De acordo com o Art. 194
“O direito do empregado ao adicional de insalubridade ou de periculosidade 
cessará com a eliminação do risco à sua saúde ou integridade física, nos 
termos dessa seção e das normas expedidas pelo Ministério do Trabalho”.
  • O Art. 191 define
    • que “A eliminação ou a neutralização da insalubridade” ocorrerá:
      • A adoção de medidas que
        • conservem o ambiente de trabalho
          • dentro dos limites de tolerância;
      • A utilização de Equipamentos de Proteção Individual – EPIs
        • que diminuam a intensidade
          • ou concentração
        • do agente agressivo
          • abaixo dos limites de tolerância.

Monitoramento das Medidas de Controle

  • De acordo com a Portaria 24,
    • de 29 de dezembro de 1994,
    • as empresas são obrigadas
      • a implantar um Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional.
      • Essa medida, além de
        • monitorar as condições de saúde
          • de cada trabalhador,
        • permite ao empresário verificar
          • a eficácia das medidas de controle da insalubridade.

Deixe seu comentário

© 2019 por Samuel